Quem somos

Toda a pesquisa está sendo conduzida pelo trabalho de pessoas diretamente ligadas ao AV e com longo histórico de atuação na área:

Allan Nenes, 32 anos, piloto virtual e atual chefe de equipe Racing Team Brasil – RTBR, atua no cenário do AV desde 2008. Correu em várias ligas e simuladores, e já participou da organização de torneios na área. Tem experiência em aplicação e análise de pesquisas.

Felipe Oliveira, 30 anos, piloto virtual e colaborador da equipe Sinister. Começou com as disputas virtuais no longínquo ano de 2001, ainda no Grand Prix 2 em campeonatos de hotlaps e corridas curtas, acompanhou toda a evolução dos games/simuladores, passando pelo Grand Prix 3, Nascar 2003, rFactor, rFactor 2 e iRacing. Já foi organizador de campeonatos e possuí muita experiência na área.

Gean Celso, 39 anos, fã do automobilismo real deste pequeno, conheceu e automaticamente começou a praticar o AV apenas em 2008. Coordenador da Sinister Race Team, equipe esta criada logo no início sua carreira em parceria com os pilotos Fábio Neris e Pedro Carvalho. Conheceu diversos amigos/ligas e equipes, e entende a importância de um trabalho focado em organizar todos os trâmites que envolvem o AV. Sabe que de um projeto deste gabarito exige-se capacidade organizacional, perseverança e acima de tudo o entendimento de todos os pilotos / equipes / canais de transmissões e ligas.

Guido Seelig, 53 anos, descobriu o AV em 2007/2008 e desde então participou de campeonatos em diversas ligas nacionais. Atualmente Chefe da Equipe Shadow Hot Car Competições e criador do Grupo de Equipes e Pilotos Virtuais (epav) defende publicamente a “bandeira de fair-play” e aproximação entre chefes de equipes para discussões e busca conjunta de sugestões para melhorias do AV em geral.